Pular para o conteúdo principal

Por que o Facebook escolheu o Mercurial e não o Git?

Nem todo mundo sabe, mas o Facebook usa o Mercurial como controle de versão desde 2013. Antes, usou o Subversion e depois tentou o Git. Mas como o Git não deu conta do volume de código do seu repositório monolítico, resolveram investir no Mercurial e deu muito certo! Desde então, o Facebook é um grande colaborador do Mercurial, contribuindo com inúmeras melhorias ao projeto. Também são grandes colaboradores o Google e o Mozilla (Firefox).

Essa é a versão resumida da história. Mas o que aconteceu exatamente? Quais foram as limitações do Git que fizeram que fosse preterido em relação ao Mercurial? Vamos analisar esses pontos no artigo.

Leia mais…

Vídeo: Revertendo Alterações no Mercurial (11min) - Operações Básicas de Controle de Versão Parte 3

Esse vídeo trata do primeiro dos três tipos de reversão possível no controle de versão: a reversão das operações pendentes no diretório de trabalho. Isso conclui um quarto do curso de controle de versão com Mercurial! Cobrimos até aqui todas as operações cotidianas que você precisa para trabalhar individualmente com o Mercurial!

Próximos capítulos:

  • Trabalho em equipe
  • Variações de projeto
  • Operações avançadas (manipulação de histórico, fluxo de trabalho etc.)

Vídeo: Ignorando Arquivos Desnecessários (11min) - Operações Básicas de Controle de Versão com Mercurial Parte 2

Nem todos os arquivos presentes no diretório de trabalho devem ser rastreados pelo controle de versão. Assista ao vídeo para saber quais são esses tipos de arquivos, porque não devem ser versionados e como filtrá-los pelo controle de versão.

Operações Básicas de Controle de Versão com Mercurial - Parte 1 (13min)

Este é o quinto na série de vídeos sobre Gerência de Configuração de Software, Controle de Versão e Mercurial:

  1. O que é Gerência de Configuração de Software?
  2. Para que serve o controle de versão?
  3. Como funciona o controle de versão?
  4. Instalação e configuração do Mercurial
  5. Operações Básicas de Controle de Versão com o Mercurial - Parte 1 (este vídeo)

Essa aula tem 13 minutos de duração e apresenta as operações de criação de repositório, adição, remoção, cópia e renomeação de arquivos, e a consolidação. As operações são apresentadas através de dois exemplos que são executados igualmente pelo terminal, usando a linha de comando, e pela interface gráfica com o TortoiseHg.

Assista aos vídeos e comece a usar o Mercurial ainda hoje em seus projetos!

Vídeo: Instalação e Configuração do Mercurial (5min)

O que há de novo no Git 2.10

Foi lançada agora no começo de setembro a versão 2.10 do Git com várias pequenas correções e melhorias. Os destaques estão no relatório de progresso para a operação push, melhoria na validação da assinatura e nova formatação de saída no terminal.

Leia mais…

Tipos de Ramos do Controle de Versão

Um ramo é uma linha diferente na evolução que forma uma variação isolada e controlada do projeto.

Ramos resolvem vários problemas:

  • Permitem a execução simultânea de atividades diferentes e incompatíveis (ex.: codificação, teste, manutenção)
  • Organizam o esforço de implementação por finalidade, equipe, risco, restrição etc.
  • Isolam implementações arriscadas das que são certas e rápidas.

Se usada corretamente, a ramificação produz uma estrutura que consegue absorver todas as mudanças no projeto de maneira ordenada. Desde as emergenciais, que precisam ser atendidas com urgências e postas em produção, até alterações incertas, que podem se mostrar viáveis ou não com o tempo.

Leia mais…