Pular para o conteúdo principal

O que há de novo no Git 2.10

Foi lançada agora no começo de setembro a versão 2.10 do Git com várias pequenas correções e melhorias. Os destaques estão no relatório de progresso para a operação push, melhoria na validação da assinatura e nova formatação de saída no terminal.

Nova Formatação de Saída no Terminal

O Git já possuía formatação colorida no terminal para facilitar a visualização da saída. Isso agora melhorou com as novas opções de apresentação de texto em itálico e riscado (strikethrough):

Melhorias na Assinatura de Certificados

A assinatura GPG servem para garantir a autenticidade de etiquetas e commits. O uso dessas assinaturas ainda possui uma complexidade adicional no fluxo de trabalho e nas ferramentas usadas, mas a nova versão do Git traz uma pequena melhoria nesse sentido, com a nova opção de configuração log.showSignature para verificar assinaturas durante a execução do git log.

Relatório de Progresso para a Operação push

Durante a operação push, além da transmissão dos dados

Antes da versão 2.10, quando você fazia uma operação push, o Git já mostrava uma barra de progresso com informações sobre a quantidade de objetos enviados, quantos ainda faltavam e quão rápido os dados estavam se movendo. No entanto, a operação push não termina exatamente com o fim da transmissão dos dados. Ainda há algumas operações que precisam ser executadas remotamente depois que todos os dados são recebidos. Antes da versão 2.10, o Git ficava em silêncio enquanto esse processamento era feito. Para operações curtas, o intervalo de tempo é irrelevante, mas para uma operação grande, o intervalo pode durar segundos ou minutos, dando a impressão de que houve um travamento.

A partir da versão 2.10, o Git passa a mostrar um relatório de progresso para esse processamento remoto:

Comentários

Comments powered by Disqus